Saúde Bucal: Uma estratégia em educação em saúde

O SUS define família como núcleo central de abordagem no âmbito da atenção primaria e que de acordo com as atribuições do profissional de saúde bucal, este deve estimular e executar medidas de promoção da saúde, atividades educativas e preventivas.

Neste contexto onde a pesquisadora é dentista e recém inserida na ESF, a busca por tecnologias leves, aplicáveis em seu cotidiano de trabalho foi um estimulo para o desenvolvimento de ações de prevenção junto a população assistida. discutir com as mães a saúde bucal de seus filhos, utilizando a estratégia metodológica de rodas de conversas constituiu nosso objetivo.

A coleta de informações foi realizada a partir da implementação das ações educativas, que aconteciam semanalmente. As mães das crianças atendidas em uma unidade básica de saúde, Sobral – CE foram os sujeitos da ação educativa. As sessões foram desenvolvidas no período de agosto de 2004 a outubro de 2005.

A organização, implementação e descrição dessa ação educativa, constituiu a busca por um método aplicável no dia-a-dia dos profissionais de odontologia que atuam na atenção primária. Em todo o processo constamos a viabilidade e efetividade da abordagem com o grupo escolhido. Ao final de cada sessão educativa as participantes demonstravam que algo novo havia sido aprendido, evidenciavam o quanto eram carente de informações e de estímulos para cuidar de sua saúde bucal e de seus filhos.

Nesta interação o pesquisador /assistencial/dentista pode compreender e conhecer melhor as mães, suas atitudes, necessidades e comportamentos relacionados a saúde bucal, e em geral este diagnóstico é obtido principalmente com este tipo de intervenção.

Ações de prevenção de doenças e promoção da saúde bucal devem é podem ser implementadas por dentistas na atenção primária.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*